Em tempos de conectividade, o fluxo de informação passa pela palma da mão, mais precisamente pela tela dos smartphones que chegaram no mercado para modificar as formas de relacionamento entre as empresas e seus clientes. Para capturar a atenção do público-alvo, a General Motors aposta, cada vez mais, nas redes sociais que comemoram as melhores receitas ao conquistar campanhas publicitárias das principais multinacionais. Durante o “Bom Dia Associado”, promovido pela Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA), o diretor de Comunicação da GM no Brasil, Nelson Silveira revelou que a estratégia de comunicação está alicerçada no engajamento, audiência e compartilhamento de ideias por meio das mídias digitais.
O caminho traçado pela GM ainda inclui a comunicação tradicional que inclui o press-release, o relacionamento com a imprensa e as demais peças e produções institucionais. Mas na verdade, a mira está voltada para as informações geradas pelos usuários. “Por isso decidimos fazer o lançamento do Sonic no Brasil por meio de um game desenvolvido para a plataforma Facebook”, lembrou o diretor, ao comentar que o vencedor da disputa ultrapassou todos os caminhos e encontrou o modelo no alto do Pão de Açúcar. Como resultado, a campanha contou com a participação de 70 mil pessoas e gerou mais de 500 mil curtidas na Fan Page da empresa no Brasil.
Em um cenário que gera mensagens fragmentadas, Silveira destacou que a pretensão da GM é produzir conteúdo em formatos inovadores e customizados para audiência específica. “Hoje, além de tráfego de informação, a internet gera renda”, apontou o executivo ao observar que o número de assinantes digitais dos jornais norte-americanos supera a de jornais físicos. “O grande desafio ainda está em precificar esses anúncios”.
O diretor acredita no fim da mídia tradicional nos próximos anos. “Estudiosos dos Estados Unidos projetam que em 2050 não haverá mais jornais por lá. Aqui no Brasil as pesquisas apontam para 2027”, observou, ao dizer que os primeiros sinais aparecem com a redução de investimento no serviço de fotografia. “Com o smartphone, as pessoas capturam imagens instantâneas e produzem vídeos em tempo real”, ressaltou.
Ao lembrar que o brasileiro navega cerca de 30 horas por mês na Internet e está na 5º Lugar no ranking mundial de audiência, Silveira alerta que as grandes companhias de mídia precisam de novos formatos editoriais. Para o futuro ele projeta que serão produzidas publicações em tempo real incorporadas aos anúncios.

Foto: Renato Albasini
Patrocínio:
Sebrae – Especialistas em Pequenos Negócios

Fonte: Assessoria de imprensa

Publicado em: 28 de setembro de 2015

Compartilhar:

Recomendados:

13 de maio de 2021

Remodelação do Centro Histórico em pauta

Durante almoço realizado no Palácio do Comércio, sede da Associação [...]


Ler mais
13 de maio de 2021

Papo Online completa um ano com edição especial

No mês em que se celebra o Dia das Mães e o Dia do Trabalhador, maio, a [...]


Ler mais
13 de maio de 2021

NuME participa de evento internacional

O Núcleo da Mulher Empreendedora da Associação Comercial de Porto Alegre [...]


Ler mais