.

Nota de Repúdio

A Associação Comercial de Porto Alegre repudia terminantemente as medidas anunciadas pelo Governo do Estado no sábado (20/06), que estabeleceram um novo fechamento do comércio a partir da segunda-feira (22).

Entendemos que é fundamental o cumprimento das regras de controle sanitário e a preservação da vida, mas lamentamos profundamente a tomada de decisão de recuo da flexibilização das atividades econômicas. 

A decisão que impede diversos segmentos da cadeia produtiva de funcionarem foi feita sem planejamento. Essa atitude irrefletida está contribuindo para a queda da atividade econômica, a falência e fechamento de empresas, dados comprovados pela Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul (Jucis-RS) e do Ministério do Trabalho.

No entendimento da ACPA, os critérios para o fechamento são equivocados, já que um dos pontos defendidos são as ocupações de leitos nas UTIs (Unidade de Terapia Intensiva) na capital, que divergem entre o número de vagas disponíveis e o número de pessoas contaminadas.

Neste cenário, as consequências serão irreversíveis e agravarão ainda mais a situação do comércio, que tenta com grandes dificuldades atenuar os prejuízos desde o início da pandemia. A insegurança gerada pela falta de alinhamento entre os governantes dificulta a retomada da confiança por parte dos consumidores e da economia.